fbpx

Skip links

Exercícios físicos Durante a Gravidez: Corrida

Durante a gravidez, várias dúvidas aparecerão, e, a maioria delas estão associadas à saúde do bebê e como nossas atividades podem influenciá-la. “Posso fazer isso?”, “Devo fazer aquilo?” são dúvidas comuns, principalmente para mães de primeira viagem. Caso você tenha uma vida física ativa, essas dúvidas podem se multiplicar, pois há a preocupação de ferir o bebê de alguma forma durante o exercício.

Hoje no aiBlog, vamos falar sobre a corrida durante a gravidez. Mas não é a correria do dia a dia não, é a corrida como exercício. Para essa dúvida, a resposta simples é que é seguro correr durante a gravidez e depois de ter tido o bebê também. De fato, correr pode ser muito bom para o bebê e a mãe, e nós lhe diremos o porquê.

Os médicos recomendam:

Ginecologistas e outros especialistas recomendam, cerca de 20 a 30 minutos de atividade física por dia. Não é necessário realizar um treino de alta intensidade, por isso, os benefícios que a corrida traz podem ser muito úteis e tornar sua gravidez bem menos complicada.

Correr algumas vezes por semana durante a gravidez reduz o risco de parto prematuro, alto peso ao nascer, pré-eclâmpsia e a necessidade de uma cesariana.

Além de ajudar você a se sentir melhor, se livrar da ansiedade e reduzir os fatores de estresse. Gravidez pode vir com muita tensão e preocupação, e quando você se envolver em alguma atividade física, você pode trabalhar muito isso fora. Se você está constantemente preocupada com o nascimento e a saúde do bebê, então correr pode fazer muito bem.

Mas lembre-se de que você pode acabar mais estressada do que antes se você tiver o tipo errado de equipamento em execução. Sapatos muito apertados ou que não ofereçam apoio suficiente podem deixá-la com dor nos pés ou arcos feridos. Roupas não adequadas podem atrapalhar ou dificultar muito a corrida. Procure equipamento adequados para correr durante a gravidez.

Depois de 9 meses…

Em alguns casos, o bebê não dá sinais de que está pronto para sair. Nessa situação, os médicos recomendam praticar alguma atividade física. Correr já ajudou diversas mães a darem à luz quando estavam internadas e bebê não saia. Embora a corrida durante o terceiro trimestre seja incomum, com ajuda de corredores profissionais, é possível correr até no dia do parto e no dia seguinte ao parto.

É claro que a corrida será muito mais lenta durante o final da gravidez, mas ainda pode ser benéfico para correr, desde que a mãe seja capaz de fazer isso sem muito desconforto.

Correr depois da gravidez

É muito comum as novas mães participem de corridas como forma de recuperar o corpo pré-gestacional. As mães estão voltando ao seu peso original mais rápido do que nunca, e correr é uma boa maneira de fazer isso. No entanto, isso também pode ser perigoso, se a mãe se sobrecarregar.

Muitos especialistas recomendam que você espere até seis semanas depois de ter tido o bebê. É importante ouvir o seu corpo e perceber quando correr ou outra atividade física pode ser demais. Se você tiver alguma preocupação com a saúde ou vir sinais de que a corrida pode estar lhe causando problemas de saúde, consulte seu médico.

As mães perceberão que haverá momentos em que a corrida não é possível ou não é uma boa ideia, e elas precisam ser cuidadosas ao se esforçarem demais. Ao mesmo tempo, não há problema em malhar e correr durante e após a gravidez. Pode ser benéfico para você e para o bebê e pode ajudar com muitos problemas de saúde que as mães enfrentam nesses momentos de suas vidas.

Se você tem um bebê a caminho ou acabou de dar à luz, então correr pode ser uma ótima atividade física para você experimentar. Você não precisa ser um corredor profissional para obter benefícios. Lembre-se que apenas 20-30 minutos de exercício por dia podem ser extremamente benéficos para a mãe e a criança.

Return to top of page